top of page
Ana maria (1).png

Apresentação

Ana Maria de Almeida Guerra

Psicóloga e Psicanalista

Graduada em Psicologia e com uma prática orientada pela psicanálise lacaniana, proponho para cada criança, adolescente ou adulto que recebo um espaço de acolhimento à sua singularidade.

A partir do nosso encontro, lidaremos, através da fala ou do brincar (no caso das crianças), com as diferentes dificuldades com que cade um se defronta em sua vida.

CRP: 06/98087

IMG_6607_edited.jpg

"porque o que fala no ser humano vai bem além da palavra até penetrar nos seus sonhos, seu ser e seu organismo"

Jacques Lacan

Adolescente com bolos
Criança amorosa

Criança

A infância é uma das etapas mais importantes da nossa vida. Nossas primeiras experiências vão permitir que nos constituamos como um sujeito único no mundo.

Durante este período, os conflitos vividos pelos pequenos podem se expressar de diversas formas, inclusive através de dificuldades relacionadas a:

-  o controle dos esfíncteres

- a alimentação, o sono e os momentos de cuidados corporais

- a aquisição da linguagem

- a interação com crianças e adultos

- a escolaridade

- as fobias

- o corpo e as doenças

Seja qual for o motivo, proponho à criança um espaço onde ela poderá se expressar e elaborar o que é importante para ela, a partir da brincadeira e de sua fala . É um espaço para a criança ser ouvida, mesmo na ausência da fala.

E para os pais, mães e responsáveis pela criança, ofereço um espaço de escuta às questões ligadas à parentalidade e a este vínculo único que cada um(a) tem com seu filho(a).

Adolescente

A adolescência é uma época em que enfrentamos vários desafios:

- a redescoberta do nosso próprio corpo, que passa por transformações

- os primeiros relacionamentos amorosos

- a construção da nossa visão de mundo: quais são os meus valores, as minhas crenças, a minha forma de pensar? Eles são iguais ou diferentes dos da minha família, amigos e pessoas que admiro?

- a escolha de uma carreira, o planejamento do futuro, a descoberta dos meus interesses

- a tentativa de conciliar o desempenho escolar, as expectativas da família e dos amigos com as nossas próprias expectativas 

Vivenciar tudo isso e todos os outros desafios que este período nos impõe pode não ser fácil.

Ao adolescente, ofereço um espaço de palavra, em que o próprio jovem dará voz às suas questões e dificuldades. Um espaço para se experimentar enquanto sujeito-autor do seu caminho.

E aos pais, mães e responsáveis, proponho um lugar de acolhimento ao que possa ser fonte de questionamento no acompanhamento do seu filho(a), que está crescendo, que está mudando e que afirma sua individualidade.

Adulto

Falar de vida adulta é, para alguns, evocar o início da vida universitária e profissional; para outros, é a vivência de histórias de amor e de separação. Ainda há quem nos conte a experiência de ser mãe, pai ou de uma grande viagem.

 

Certamente, é um período que vem com novas responsabilidades, mas também com um mundo de possibilidades. O ponto crucial aqui é que não existe um único modo de ser criança, de ser adolescente e, ainda menos, de ser adulto.

 

Ser adulto é, antes de tudo, um caminho. E às vezes podemos nos sentir desorientados diante dele e da responsabilidade de escolher como construí-lo e percorré-lo.

  

As dificuldades podem surgir em momentos específicos: mudanças na carreira, separação, luto, doença, vivência da maternidade, depressão, entre outros. Também podemos experimentar sensações, sentimentos e viver repetições que nos fogem completamente à compreensão.

Assim, proponho um espaço para que cada um venha falar sobre os seus questionamentos e sofrimentos. Neste lugar de liberdade à palavra e sem julgamentos, há o convite de  localizar e elaborar aos poucos os impasses para que se encontre, para além da dor, o prazer de viver um caminho só seu.

Botão para Whatsapp
bottom of page